retroceder nunca rendirme jamás

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Força da mente




Qualquer coisa que a mente do homem
pode conceber, pode também, alcançar.
William Clement Stone





Bom dia light para tod@s. Nós estamos muito bem :), desde segunda cometi alguns excessos, mas tenho consciência que não é nem será meu comportamento habitual. Alguém ontem quando me viu comendo (que sabia que estou grávida) sorriu e me disse: "agora tem que comer por dois né?" e eu respondi (reagi um pouco como acordando!) NÃO!!!, pelo contrário, devo me vigiar o dobro! sabia que estava cometendo um excesso, já melhoraram pelo menos duas coisas 1) a consciência que não devo comer por dois (e de me policiar para não fazê-lo) e 2) não vou desistir de me cuidar pelo fato de que nos próximos meses terei barriga.. pelo contrário, vou fazer uma gestação muito saudável e controlada. Não me comportei muito bem estes últimos dias mas isso será a exceção e não a regra.

Repassaram este artigo para mim. Tem a ver com a Lei da Atração e O Segredo, tão de moda ultimamente. Assisti o filme, mas convivo com os conceitos desde os 11 anos, por isso não pareceu muita novidade para mim. Apesar de ter aplicado a lei da atração para muitos campos da vida, nunca a apliquei para o campo do emagrecimento. Já tinha lido alguma coisa sobre QI mental, achei interessante usá-lo como ajuda para o emagrecimento... repasso para vocês.

"Se você quer emagrecer, não tem como escapar: é consumir menos e gastar mais calorias. Colocar isso em prática sem transformar sua vida num pesadelo pode depender de um só aliado: a força da mente. A idéia não é nova, mas as técnicas para mudar atitudes mentais negativas - aquelas que emperram até a mais esperta das dietas - nunca estiveram tão em moda.
O QI Mental, por exemplo, uma das propostas de emagrecimento mais comentadas no momento, usa imagens para reprogramar o cérebro e curar doenças de origem emocional. Essa técnica chinesa atua no subconsciente, onde se formam os padrões de comportamento, entre os quais aqueles que controlam o nosso jeito de comer. O médico João Yokoda, do setor de medicina chinesa e acupuntura da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), foi quem adaptou o Qi Mental ao tratamento da obesidade. "O exercício é superpor novas imagens mentais àquelas que atrapalham a sua dieta - você tem de se imaginar magra várias vezes ao dia para gravar esse novo padrão", diz Yokada. As pesquisas mostram que atitudes mentais têm mais influência no volume de comida que ingerimos do que a própria fome.
A dificuldade de perder e manter o peso quando temos o registro de um corpo gordo na cabeça é infinitamente maior. Sidney Chioro, neurologista e professor de psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP), sempre apostou nessa idéia e apoiou seu trabalho com obesidade em recursos que atuam no sistema neurológico. "São as emoções que traçam o caminho das mensagens no circuito dos neurônios. Um padrão neurológico inadequado pode transformar uma carência afetiva num comando de fome", explica Sidney. É por isso que muita gente tenta resolver uma crise amorosa devorando uma caixa de bombons em vez de buscar solução para o relacionamento. Na luta contra a balança, Chioro usa imagens e sons que visam corrigir a rota do pensamento e facilitar o emagrecimento.
No entanto, existem maneiras mais simples para convencer sua mente a trabalhar a seu favor. Sucesso nos Estados Unidos, o livro Think Thin, Be Thin (Pense magro, seja magro, editora Broadway Books) traz 101 exercícios para quem quer educar a mente, somando pontos no projeto deusa. As autoras, a psicóloga americana Doris Wild Helmering e a escritora Dianne Hales, combinaram conceitos de várias linhas terapêuticas - terapia cognitiva, programação neurolingüística, gestalt terapia e análise transacional -, ajudando você a se livrar do registro de gorda que habita sua cabeça e garantindo um happy end para sua dieta. Isso não significa dormir gordinha e acordar enxuta. "Para que o cérebro registre novos padrões, os exercícios de reprogramação devem ser repetidos várias vezes ao dia, durante semanas ou meses", defende a psicóloga Olga Inês Tessari, da Clínica Movimento Corporal, em São Paulo, especializada em emagrecimento. (Eliane Contreras)"

beijos e abraços carinhosos,

14 comentários:

Micha disse...

Olá, vim parar aqui através do blog da Alice. Amei!!! A frase inicial do post e esse texto abaixo. bom demais. vou voltar sempre

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_.................

Maya disse...

Oi Ama! Isso mesmo - nada de comer por 2! Vc tem é que comer coisas bem saudáveis para o bebê crescer fortinho e com saúde! Claro que não será fácil, imagino, pq via a minha irmã (que é magra) sentir mais fome que o normal durante a gravidz e tb tinha vontade comer mais doces do que o de costume... mas vc pode comer de tudo, é só tomar cuidado com as quantidades!
Qto ao artigo - adorei!!! Eu tenho tentado aplicar o poder da mente últimamente, mas não acho nada fácil... já li vários livros sobre isso, mas nunca consegui aplicar como gostaria... mas vou tentar... quem sabe consigo fazer meu subconsciente aceitar minha imagem magra! hehehehehe...

Bjs!
Maya
*

cláudia disse...

Ama que bom sabe que voces estao e vc bem consciente e que comer para 2 nao é o caminha saudavel e sim cuidar de boa alimentçao,Como esse bebe vai ser cheio de titias hien!
Amei a matéria vou copiar e colar na minha maquina, bjo grande querida.

lucia disse...

oi linda ! passei pra desejar um ótimo dia pra ti e dizer que concordo totalmete com o negocio da mente.tudo esta na na mente,por isso temos que ser positiva sempre.

Tatty disse...

Oi miga, nada de comer por dois, tem que comer coisas saudáveis p/ sei bebê, e só... muito interessante o comentário, eu até copiei...

Bjus!!!!!!

Mônica disse...

Olá,
Sabe, essa história de comer por dois só vale qdo estamos ingerindo coisas saudáveis, e mesmo assim é por dois não por uma duzia, rsrsrs.
Qdo a gente tá gravida, as pessoas acham que a gente tem que comer por um batalhão e tudo o que tem pela frente, porque como diz a lenda, se ficar com vontade o nenem fica com cara, mancha, sei lá o que! Afff qta besteira. Claro que a gente sente vontade de comer algumas coisa, eu por exemplo no começo da gravidez sonhava que estava comendo um abacaxi, e qdo comprei o pbentido abacaxi acabei comendo um inteirinho,ainda bem que ele era pequeno. rsrsrsrs. Mas me explicaram depois que a gente passa a produzir pouco suco gástrico no estomago por causa da placenta que tá se formando, então temos que compensar a acidez do estomago ingerindo coisas ácidas, limão, laranja, abacaxi. Nosso organismo é inteligente. Ele só pede o que realmente precisa.
Fique com Deus e um grande beijo pra vc e seu bebê.

Su disse...

Esse bebê vai ter muitas tias mesmo. Hahaha. (Como disse a Cláudia.)
QUe bom que você percebe que não é o ideal comer pra dois e tals, isso já é o mais importante. =) Um ótimo final de semana e beijos pra você e pro baby!

Cris Morais disse...

Oi Amália, que notícia maravilhosa. E já com 7 semanas? Tenho certeza de que terá uma gravidez linda e vai saber se cuidar direitinho. Fiquei realmente muito feliz por você e espero ter essa alegria pela primeira vez até o final do ano. Estamos sempre com você e com certeza vai seguir sua reeducação direitinho. Conheço pessoas, desde que entrei pra esse mundo de reeducação, que não engordaram 1 grama na gravidez, quer dizer, se formos colocar na ponta do lápis, elas emagreceram. Enfim, você vai saber se cuidar. Conte sempre com a gente. Beijinhos!!! Ah, amanhã vou te linkar tá?

Maya disse...

Oi Amália!
Tô passando para desejar-lhe uma ótima sexta feira!!! Que seja só alegria!!!

Bjs
*

Bartira Betini disse...

é isso aí! nada de comer por dois. Pelo amor de deus, rs. Vc já pensou em procurar uma nutricionista?
beijos

Marilia disse...

Amália, que novidade ótimaaaa. Parabéns!!!! eu já tinha vindo aqui, mas não consegi comentar. Que Vc e seu bebê sejam abençoados!!!! E é isso mesmo, tem que ter cuidado em dobro. tudo vaid ar certo. bjosssssss

Elizabeth disse...

É isso aí, Amália! Bom senso, responsabilidade e muito amor por si mesma e pelo nenenzinho que carrega aí no ventre! Nada de comer por 2, você está certa em acordar e perceber que a regra tem que ser outra, sem privações mas com muita atenção! Fiquei comovida com seu post anterior, você realmente ficou linda,bem abraçadinha na foto do encontro! E é assim que nos sentimos mesmo, afagadas, acolhidas amorosamente umas pelas outras, isto é o que deve prevalecer, pois não nos esbarramos à toa, estamos aquiu para entre outras coisas compartilharmos amor, amizade, coisas boas. Beijos querida, vamos em frente e até dia 27, pois terá encontro!
Ah, Feliz Dia das Mães!!!!
Beijo
Beth
http://aconquista.zip.net

neuras&cia disse...

Oi, amei o trecho de reportagem que vc colocou aqui. Gostei muito. E queria te dizer que voltarei mais vezes.

Beijos

Ana

Maya disse...

Amália, tô passando para lhe desejar um super FELIZ DIA DAS MÃES!!!! E vai comemorar em dobro desta vez....

Beijos
*