retroceder nunca rendirme jamás

quinta-feira, 26 de abril de 2007

Meu corpo como templo

As escrituras declaram que o corpo é um templo.
Foi o Próprio Jesus quem primeiro comparou Seu corpo a um templo.
(Ver João 2:21.)


Hoje decidi aceitar essa declaração. Aceitar meu corpo como templo, e não qualquer templo, mas o mais importante. Vou cuidar dele, assim como não deixaria que ninguém suje um palácio maravilhoso, não vou sujar meu corpo com comidas/bebidas sem qualidade ou em quantidade exagerada. Vou cuidar muito dele. A saúde será conseqüência, e será refletida em minhas formas, em meu cabelo, em minha pele, em minhas unhas... em todo meu ser. Agora cuidarei não somente que minhas escolhas sejam as menos calóricas, mas também as mais saudáveis: entre uma coca light zero pontos e um suco natural sem açúcar (um ou dois pontos) preferirei o segundo.

Encontrei um artigo interessante sobre o tema

Copio aqui para vocês

Um beijo grande para todas

P.S. Tatty, não consegui mudar a palavra “comentários” acho que ainda minha expertise na matéria não chega a tanto! procurei a opção e não achei :(
Obrigada Andréa Aoki por seus gifs :)!! São lindos! Quero ajuda sim! A que você achar que eu preciso, com certeza preciso (pensei numa barra com fotos light –verduras-exercicios-balança, etc com o meu nome ou estilizar o nome do blog)

A seguir o artigo que li na internet (www.brazilianvoice.com)



“Você não vai ter mais saúde apenas porque prometeu isso em cima de um banquinho, chupando seis uvas na virada do ano. Não adianta fazer promessas e não se comprometer com elas. Saúde é resultado de uma vida zelosa.
A maioria das pessoas nasce saudável, mas só as que se cuidam conseguem manter-se assim. Alimentação saudável e atividade física regular são alguns desses cuidados. Afinal, a máquina humana precisa de nutrição adequada e de movimento, acima de tudo, para não entrar em processo de deterioração.
Hoje, temos de nos preocupar com saúde muito mais do que nossos antepassados se preocuparam. Afinal, somos atingidos pela poluição atmosférica, excesso de lixo, uso indiscriminado de substâncias químicas na indústria e na agricultura, sem contar os maus hábitos alimentares que vimos adquirindo ao longo dos anos, como alimentação rica em gorduras e açúcares e pobre em nutrientes, os vícios, como cigarro, álcool e drogas, e os sentimentos prejudiciais, como angústia, raiva e medo, que acompanham o dia-a-dia de todos que vivem nas grandes cidades.
Nosso organismo vai paulatinamente sendo destruído.
O corpo avisa quando as coisas não vão bem, mas estamos perdendo a capacidade de escutá-lo. Por exemplo, quando estamos dispersos, com dificuldade em manter a atenção, em vez de aumentar as horas de sono para dar ao corpo mais descanso e a possibilidade de recuperar-se, "curamos" a desatenção com café e estimulantes, que sobrecarregam ainda mais o organismo, em alguns casos já sem forças.
Algumas acordam sempre atrasadas, tomam um cafezinho correndo, saem de casa esbravejando porque perderam a hora e ficam horas em jejum até que, no meio da tarde, pedem um lanche por telefone e "almoçam" correndo, em cima da mesa de trabalho. Depois, ficam sem comer até tarde da noite, quando chegam em casa morrendo de fome e "atacam" o que encontrarem pela frente. Essas pessoas também costumam ter contato com poluição ambiental, ficar nervosas, estressadas e, como se não bastasse, a maioria delas fuma quase um maço de cigarros por dia — tudo sem sair da frente do computador. E à noite, quando vão se deitar, não conseguem ter uma boa noite de sono, pois comeram muito e, pior, tarde da noite!
Pessoas assim são aventureiras. Sabe por que? Porque promovem verdadeiros ataques a seus intestinos, pulmões, vias urinárias, pele... Seu organismo tem uma capacidade reduzida de funcionamento, manifestando uma condição de vida precária... De tão agredido, o organismo já não é capaz de se recuperar. Suas vias de excreção das impurezas estão bloqueadas, a renovação e a oxigenação celular estão prejudicadas, o fígado está sobrecarregado, o sistema imunológico está enfraquecido... Mas a produção de radicais livres está ótima! Eles aumentam, comprometendo sistemas funcionais múltiplos e acidificando o sangue, entre outros prejuízos à saúde.
Um conselho: respeite seu corpo, sua saúde, sua vida. Primeiro, faça uma lista de seus hábitos alimentares. Depois, descarte os excessos e passe a gerenciar tudo o que você coloca para dentro do seu corpo. Opte por uma alimentação natural, à rica em frutas frescas, folhas e legumes, cereais integrais, e pobre em gordura, carne vermelha, açúcar e alimentos industrialmente processados. Diga não a vícios, como alcoolismo e tabagismo. E mexa-se! Com apenas 30 minutos diários você conquista um dia inteiro de bem-estar! Se você quer realmente viver mais e melhor, faça mais do que promessas de final de ano.”

Dr. Lair Ribeiro —. Médico cardiologista

2 comentários:

Maya disse...

Oi Ama!
Adorei o post de hoje e mais ainda o anterior sobre o PODER DA PALAVRA! Aliás, eu questionei justamente isso no meu blog hoje - isso do subconsciente aceitar tudo no que vc acredita... e às vezes tenho dúvidas de que estou emagrecendo, e ai... ai é que mora o perigo!!!! Mas estou me policiando para mudar, só quero acreditar que emagreço e pronto!

Beijos
Maya
*

lucia disse...

oi amalia querida!muito interessante seu post de hoje,aliás todos são.passei mesmo pra desejar um ótimo fim de semana.